• Bruno Guimarães

Revista Hotéis - Último painel do 20º Encontro da HotelariaMineira fala sobre vendas...

No segundo e último dia do 20º Encontro da Hotelaria Mineira – edição virtual, liderada por Marcos Valério Rocha, idealizador do evento e coordenador do escritório regional da FBHA – Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação, em Minas Gerais, o painel contou contou as participações de Bruno Guimarães, CEO VisitNow e Diretor de Marketing da Vert Hotéis, Bruno Heleno, Diretor de Produtos da CVC Corp e Gustavo Syllos, Diretor Forma

& Conteúdo Consultoria de Marketing e Distribuição.


O último tema debatido entre os convidados e os mediadores Marcos Valério Rocha, da FBHA regional de Minas Gerais e Maarten Van Sluys, consultor e especialista em indústria hoteleira, foi “Como adequar o custo de venda em um cenário de baixa demanda e alto custo de distribuição”.


Marcos Valério Rocha iniciou o debate saudando os convidados. “Para finalizar com chave de ouro vamos receber três executivos da hotelaria. Eles representam modernidade da administração hoteleira”, disse.


Gustavo Syllos, Diretor da Forma & Conteúdo Consultoria de Marketing e Distribuição, “A distribuição no Brasil sempre foi cara. E quando comparado com o valor do ticket médio do brasileiro, é bem mais alto.


E a gente peca aqui no Brasil com três itens bem importantes, que são a base da composição da distribuição.


O primeiro deles é a formação de equipe. Hoje nós temos a tradição de formar a equipe bastante caseira, não com alto índice de atuação.


O segundo item é a cultura, sempre tivemos, principalmente na hotelaria independente que a questão de relacionamento é mais importante que a estratégia.


E o terceiro, talvez o mais importante por causa da pandemia, é a questão do investimento em tecnologia. Ela atinge a acessibilidade do hotel, ao público geral e até mesmo os distribuidores. Quanto menor tecnologia no hotel, mais ele vai depender dos dois primeiros itens. Nós temos muito a crescer em estrutura, cultura e tecnologia”, disse.


Bruno Heleno, Diretor de Produtos da CVC Corp, foi questionado sobre as formas de otimizar o novo momento da hotelaria. “A gente vai ter uma retomada lenta. Se a gente for pegar todo potencial internacional e direcionar para o turismo nacional, mesmo que gradativa, é uma boa oportunidade. Eu acredito que quando falamos de custos de distribuição, falando sobre o hoteleiro, eu acho que é importante saber o que cada cliente deixa de dinheiro dentro do hotel.


Em relação a CVC Corp, ela atua em diversos seguimentos, temos agencias franquiadas, 1400, atendemos da trade marcas… todas elas oferecem benefícios diferentes para hotelaria. Esse cenário mostra que o mais interessante de tudo é diversificar, não adianta só ter venda direta. Outra preocupação da CVC Corp, além da saúde dos operadores, é com nosso fornecedor. Hoje a CVC Corp tem diversos seguimentos, até mesmo de intercâmbios, e tentamos valorizar o máximo os parceiros da hotelaria”, explicou.


Bruno Guimarães, CEO VisitNow e Diretor de Marketing da Vert Hotéis, fez o seu comentário “Hoje eu tenho uma empresa de tecnologia, que veio para o mercado para abordar o tema de custo de distribuição. Acho oportuno trazer um olhar diferente do que os outros dois convidados trouxeram. Temos que entender a distribuição com um processo de evolução. Quando eu comecei lá atrás, trabalhei em várias redes, o ser humano tem uma mania de reclamação. Nós temos essa mania de reclamar da Airbnb, reclamamos da Booking… são um defeito de natureza.


Nós deveríamos aprender e melhorar. Eu tenho um outro olhar, a distribuição é inevitável, as pessoas serão cada vez mais digitais, ela vai olhar o digital sempre para buscar solução. A hotelaria deveria entender que o processo da distribuição começa antes de você entender seu melhor canal. O primeiro passo é entender quem é o seu cliente, para depois buscar suas melhores soluções tecnologias”, disse.


Deixando uma dica para quem acompanhava o painel, Bruno Guimarães falou sobre a análise dos clientes para melhores resultados. “Saiba bem quem é seu público, é reunir sua equipe de estratégia, suas lideranças, para ter uma visão de dentro para fora. E fazer uma análise de comportamento de clientes, qual informação ele consome. E volto a dizer, não importa se o seu hotel é um hotel fazenda 500km de BH, o público vai fazer uma reserva no seu hotel e vai procurar tecnologia. ”, finalizou.


Bruno Heleno, questionado sobre o que vem sendo feito neste momento de quarentena, disse que: “Várias empresas, principalmente as multinacionais, presam pela saúde do colaborador. A gente tem aproveitado esse momento e feito diversas lives com intuito de capacita-las para viabilizar a venda nacional. Então estamos aproveitando o momento para novos produtos, sendo criativos. Apoiando a hotelaria, destinos com foco na natureza, e capacitado agências de viagem para a retomada acontecer o mais rápido possível”, finalizou.


ENCERRAMENTO DO EVENTO DIGITAL


Marcos Valério Rocha, idealizador do evento e coordenador do escritório regional da FBHA – Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação, fez os agradecimentos finais “Recebi a mensagem do Presidente Alexandre Sampaio e pediu para agradecer os convidados que passaram por aqui e traz uma palavra que vem defendendo ao longo de sua representação, é preciso recorrer as entidades que representam sua categoria e essa força será fundamental para retomada após essas dificuldades. Ele ainda meu deu a liberdade para continuar com essas lives até novembro, quando esperamos realizar a presencial, esperando ter a pandemia com um controle melhor. Nós vamos continuar com o formato digital, que foi um grande aprendizado para nós”, finalizou.



Último_painel_do_20º_Encontro_da_Hote

0 visualização
CONTATO

​Tel: (11) 3456-7890

resultados@brunosguimaraes.com.br

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

Termos de Uso | Política de Privacidade | © 2020 Bruno Guimarães. Criado por Leandro Alves

Bruno dos Santos Guimarães | CNPJ 37.281.203/0001-03 | Rua Tajá, 242 - São Paulo - SP | resultados@brunosguimaraes.com.br

 

Os produtos e serviços contratados por esse site são entregues por meio digital, conforme combinado com cada cliente.

 

Nenhum produto digital ou serviço entregue possuem custo adicional ao que está atrelado no botão de pagamento.